11 de Maio – Dia Nacional do Reggae em homenagem a Bob Marley

.Imagem

“O reggae é uma expressão musical que alimenta a nossa consciência de pertencimento a uma experiência global de um gênero que dialoga com negros da África e da Diáspora”  ministra Luiza Bairros (Igualdade Racial) 

Mais que um estilo musical, é um estilo de vida que leva a paz e harmonia à milhões de lares no Brasil e no mundo, este estilo é o Reggae!

No Brasil, desde 2013 foi reconhecido com a aprovação do projeto de lei do então deputado federal Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), hoje senador, e com a sanção da presidente Dilma Roussef, que instituiu o Dia Nacional do Reggae, Lei 12.630.

Tudo aconteceu ano passado,  dia 10 de maio, com direito a sessão solene e tudo na câmara dos deputados.

Imagem

O dia 11 de maio foi o escolhido por ser o dia em que Bob Marley morreu, com isto o Brasil assegura o reconhecimento a toda uma cultura Rastafari e também dos apreciadores do Reggae e das mensagens de paz e amor que o Bob passou a milhões de pessoas no mundo inteiro.

Por ser recente e talvez por desatenção dos “regueiros guerreiros” a data ainda não tem grandes eventos e comemorações programadas este ano, fica a dica para a galera se mobilizar.

Mas para não passar em totalmente em branco o ICa, faz esta singela homenagem através de matéria jornalistica.

E é quase impossível falar de Reggae e Bob Marley sem pensar em maconha! podemos afirmar que são quase sinônimos. Tudo isto por causa da religião do Bob: o Rastafarianismo, que utiliza cannabis em seus cultos (fica a dica, também podia ser este o dia da libertação do Ras Geraldinho).

Abaixo uma pequena entrevista com o presidente do ICa, Lucas Lichy e com  Cris Andrada, produtor de eventos e louco por reggae e Bob. E, para finalizar, uma lista de links sobre a vida do Bob Marley, confira:

Entrevista com Lucas Lichy, Presidente do Instituto da Cannabis:

Imagem

ICa –  Você acha que ter um dia Nacional do Reggae, de certa forma é também ter um dia Nacional da Maconha?

Lucas Lichy – Não. Apesar de reggae, maconha, Jamaica e Bob Marley estarem sempre associados, eu acredito que o Reggae como música, estilo de vida e cultura  é uma forma de se viver, de viver com amor e paz, e dizer que homenagear o reggae é homenagear a maconha seria uma injustiça, seria reduzir demais a amplitude do reggae como cultura, neste caso a maconha é apenas uma parte desta cultura.

ICa – O Instituto da Cannabis tem alguma atividade programada para o dia 11?

Lucas Lichy – Infelizmente não temos. Este ano o Instituto passou por várias situações com a vitória judicial que possibilitou o registro do ICa, que não conseguimos organizar uma homenagem, mas no ano que vem com certeza o dia 11 de maio fará parte do calendário anual de atividades do ICa.

ICa – Você tem alguma mensagem final para os leitores?

Lucas Lichy – Minha mensagem é para que todos os amantes do Reggae e do Bob, utilizem este dia 11 para ser um dia em que levem amor e paz para o próximo, que com certeza Bob ficará feliz e orgulhoso de todos que levarem adiante sua mensagem. Jah Bless, valeu Bob.

Entrevista com Cris Andrada, produtor musical:

Imagem

ICa – Como você define o reggae e o que isto significa na sua Vida?

Cris Andrada – O reggae é uma filosofia de vida em busca de melhorias para a raça humana e uma ferramenta social que se usada corretamente traz benefícios para a sociedade. É um privilegio ter descoberto o reggae, tudo que eu sei e eu sou foi graças as filosofias que eu encontrei dentro das músicas

ICa – Existe apoio para o Reggae, por parte do governo e outras instituições?

Cris Andrada – Não existe, aqui em Florianópolis o reggae é feito pelos próprios músicos e pequenas produtoras que tentam sobreviver do tema, o que  é altamente difícil, o reggae vive um momento difícil no mundo por causa de outros estilos musicais  que atraem investimento da indústria fonográfica.O reggae deixou de ser atrativo para estas empresas, mas eu continuo e tentando e fazendo projetos para manter o reggae vivo.

ICa – Você tem alguma mensagem final para os leitores?

Cris Andrada – Gostaria de pedir o apoio da galera no Brasil para prestigiar mais o reggae e de alguma forma divulgar esta arte para as outras pessoas, para que as pessoas mostrem o reggae para as crianças, para ter um público maior no futuro e uma sociedade mais harmônica e esclarecida dentro do contexto social. Para isso que o reggae serve  e foi feito e valorizar a vida humana, e esta na hora do ser humano valorizar o reggae.

Lista de Links com a história do Bob Marley:

http://www.suapesquisa.com/quemfoi/bob_marley.htm

http://www.reggaeraiz.com.br/bobmarley.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/Bob_Marley

http://www.e-biografias.net/bob_marley

www.bobmarley.com

 

 

Anúncios

One thought on “11 de Maio – Dia Nacional do Reggae em homenagem a Bob Marley

  1. Jah. Meu nome artístico é Tikinho do Brazil, sou da Cultura “Ras” e pretendo, através da entidade que coordeno, realizar um evento no DIa do Bob. Sou do Instituto CECAP – Centro de Cultura Artística popular e realizamos o projeto Plantarte do Brazil. Sou também múcico e participo da Banda de Reggae ” Familia Theocatas. Gostaria de contar com sua parceria e outros futuros parceiros para esta realização. Contatos ( Instituto CECAP) face ( Plnatarte do Brazil) face, Tikinho do Brazil, face e telefono 930095461

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s